A Entidade Sindical

RAZÃO SOCIAL: SINDICATO DOS SERVIDORES DA SECRETARIA DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – SSSJURJ

Nome de Marca: SINDICATO DOS SERVIDORES DO SISTEMA PENAL DO RJ – SINDSISTEMA PENAL RJ.

Única entidade de classe com legitinidade para representar a categoria dos Inspetores de Segurança e Administração Penitenciária (atuais policiais penais, pela EC 104/2019), na base territorial do Estado do Rio de Janeiro, conforme Carta Sindical emitida pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

 

 

 

Carta sindical é entregue ao SindSistema em cerimônia na Superintendência Regional do Trabalho

 

O presidente Gutembergue de Oliveira recebeu a Carta Sindical das mãos do Superintendente Regional do Trabalho e Emprego, Helton Yomura. Também compareceram ao evento o vice-presidente da instituição sindical, inspetor penitenciário João Raimundo do Nascimento, o diretor Secretário Odonclei da Silva Boechat e o diretor de Defesa de Classe Marcos Ferreira de Lima, ambos inspetores penitenciários também. 

 

 

MOÇÃO Nº 824/2017 ALERJ (PELOS 60 ANOS DE FUNDAÇÃO DA INSTITUIÇÃO SINDICAL)

          • EMENTA:

            MOÇÃO DE CONGRATULAÇÕES E LOUVOR AO SINDICATO DOS SERVIDORES DA SECRETARIA DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - SINDSISTEMA-RJ

Autor(es): Deputado GERALDO PUDIM

Solicito à Mesa, na forma regimental, que conste em ata e seja inserido nos anais desta Casa Legislativa, Moção de Congratulações e Louvor ao SINDSISTEMA-RJ
Com o objetivo de defender os direitos dos servidores públicos que atuavam no Sistema Penal do Rio de Janeiro, a instituição foi Fundada em 24 de fevereiro de 1957, denominada “Casa do Guarda”, à época sob esfera federal.
Durante o período de 1957 a 1967, a Casa do Guarda contou com dois presidentes, em três mandatos: Alfredo José Gomes foi o primeiro presidente da instituição, em 1957, retornando à presidência em 1965, e precedido por Joaquim Ferreira de Souza, em 1961.
 
Em 1967, a Casa do Guarda foi transformada em Associação dos Servidores do Sistema Penal, pelo então presidente Paulo de Leão, com os servidores já sob a esfera Estadual e contou com quatro presidentes em sete mandatos. Paulo de Leão, em 1967; Milton Lemos de Menezes, em 1970; Silas de Brito, em 1973 e 1976; Álvaro Barbosa, em 1979 e 1982; e Ubirajara Jorge Bonfim, em 1985. Foi na gestão do servidor Álvaro Barbosa que a Casa do Guarda passou à nomenclatura de Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário. Em 1988, sob a presidência de Francisco Rodrigues Rosa, a Associação passou a denominar-se Sindicato dos Servidores da Secretaria de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. 
 
De 1988 a 2015 foram sete mandatos e quatro presidentes:
Francisco Rodrigues Rosa, em 1988
Ademir Cansian Dorigo, em 1991
Francisco Rodrigues Rosa, em 1994 e 1997
Josias Alves Bello, em 2001
Paulo Roberto Ferreira, em 2004
Francisco Rodrigues Rosa, de 2007 a 2015.  
 
Com sede e foro na cidade do Rio de Janeiro, atuação em todo o estado e municípios, o SindSistema-RJ sucedeu em todos os direitos e obrigações, para todos os efeitos legais, a Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário do Rio de Janeiro. A proteção e representação legal dos inspetores penitenciários do Estado do Rio de Janeiro, individual ou coletivamente, é prerrogativa do SindSistema-RJ, cabendo à entidade promover junto às autoridades administrativas ou judiciárias a defesa dos interesses funcionais, econômicos e morais de seus sindicalizados, bem como assegurar dentro do possível um plano de benefícios abrangendo assistência jurídica, auxilio funeral, e outros.
 Em 2016, eleita pela maioria dos servidores, assume a atual diretoria e sob essa gestão, enfim, conquista-se a Carta Sindical. Apesar de todas as dificuldades, principalmente em razão da atual situação financeira do estado, o trabalho da atual diretoria do Sindicato tem firmado o relacionamento institucional com diversos atores envolvidos na execução da pena. 
Aproximamo-nos mais de instituições como a Polícia Civil, o Ministério Público, a Vara de Execuções Penais, o Tribunal de Justiça, numa corrente de ação, porque a execução da pena não é tarefa adstrita aos muros das unidades prisionais. A prisão não encerra esse trabalho, pelo contrário, na prisão a execução da pena demanda uma série de procedimentos que dependem de outras instituições para serem minimamente eficazes.
Nesse ano de 2017 o SindSistema completa 60 anos de lutas. Entre outras conquistas de nossa gestão podemos listar o deferimento da Carta Sindical de nossa instituição de defesa de classe; o nosso bom diálogo com a Seap tem agilizado várias ações, como a convocação de concursados de 2003; com Seap e TCE no resgate do código da aposentadoria especial de nossos servidores de 30 anos trabalhados (para homens) e 25 anos trabalhados (para mulheres), pela Lei Complementar 57/89; além de estarmos em via de uma reconquista muito importante para a categoria. 
 
DIRETORIA
 
Presidente
ISAP Gutembergue de Oliveira
Vice-Presidente
ISAP João Raimundo do Nascimento
Diretor Tesoureiro
ISAP Judison Bernardo de Souza
Diretor Secretário
ISAP Odonclei da Silva Boechat
Diretor de Esporte e Lazer
ISAP Abelardo Furtado P. Filho
Diretor de Patrimônio
ISAP Luis Henrique M. Couto
Diretor de Assuntos do Inativo
ISAP Onildo José Pereira Filho
Diretor de Assuntos Jurídicos
ISAP Jorge Tadeu da Silva Gomes
Diretor de Defesa de Classe
ISAP Marcos Ferreira de Lima
Diretor de Comunicação e Cultura
ISAP Adriano França Guimarães
Diretor de Assistência Social
ISAP Elias Alves Macedo


 

Plenário Barbosa Lima Sobrinho, 01 de agosto de 2017.

GERALDO PUDIM.
DEPUTADO ESTADUAL

 

 

 

MATÉRIAS RELACIONADAS

http://www.sindsistema.com.br/noticias/408

http://www.sindsistema.com.br/noticias/641

http://www.sindsistema.com.br/noticias/997

Nosso Jornal

Convênios

No Twitter