Image

A categoria sob outro ponto de vista

23/05/2019 23:21:31  

 

Na manhã dessa quinta-feira (23) a diretoria do SindSistema participou de entrega simbólica das Vans que serão utilizadas no transporte dos inspetores penitenciários das unidades prisionais de Campos e Itaperuna. Antiga reivindicação do Sindicato, nota-se o esmero do secretário de Administração Penitenciária, coronel PM Alexandre Azevedo de Jesus, no emprego de veículos zero km para a missão, bem como em buscar servidores habilitados para cumprirem essa tarefa. A diretoria sindical recebeu as chaves da mão do secretário Azevedo que fez questão de dividir a conquista com os representantes da categoria.

O presidente do SindSistema Penal, inspetor penitenciário Gutembergue de Oliveira destacou a importância  desse dia. “Tivemos a honra de receber das mãos do secretário coronel PM Alexandre Azevedo de Jesus a chave de uma das vans. É uma vitória para a nossa Diretoria, e para parte da categoria que sofria há algum tempo com a questão do transporte para Volta Redonda, Resende, Itaperuna e Campos”, comemorou Gutembergue, em felicitação com os inspetores penitenciários envolvidos. 

“Aproveitamos para dizer que nunca desprezamos esse problema. Sempre buscamos resolvê-lo, mas as dificuldades eram grandes. Com a entrega realizada, e com a participação da nossa diretoria, fica claro o papel da instituição sindical e sua importância. Contudo não podemos deixar de agradecer aos companheiros Moysés Henrique Marques, Márcio Luís dos Anjos Rocha, Rogério Blank das Neves, e, principalmente, ao secretário Alexandre Azevedo por entender nosso papel e tê-lo reconhecido”, destacou Gutembergue.

 

 

Após a entrega simbólica, a diretoria do Sindicato esteve reunida com o subsecretário Adjunto de Gestão Operacional, o inspetor penitenciário Moysés Henrique Marques. Ele destacou que a entrega das Vans foi uma determinação do secretário que só não aconteceu antes porque foi necessário buscar inspetores habilitados para a função.

O subsecretário de Gestão Operacional falou sobre o processo de redistribuição dos valores das gratificações pagas aos diretores, subdiretores, chefes de segurança e chefes de turma das unidades prisionais. Lembrou que nos planos do secretário Alexandre Azevedo, havia o desejo de gratificar também as bases dos Grupamentos. No entanto, em razão de não estarem regulamentadas e a vinculação da rubrica ser atribuída ao cargo, constatou-se o óbice.

Marques adiantou que já existe um estudo em andamento para a reestruturação de toda a gestão operacional. Foi levantado também a adequação das gratificações pagas aos Grupamentos de Intervenção Tática (GIT) e ao Grupamento de Serviço de Operações Especiais (SOE/GSE), por questão de igualdade de tratamento a outras tropas de elite de órgãos estaduais.

 

OUTRAS DEMANDAS

Engana-se quem pensa que os inspetores penitenciários lotados no chamado “miolo de cadeia” estejam esquecidos pelo Sindicato ou pela atual gestão. Além da redistribuição dos postos de Regime Adicional de Serviço (RAS), para aproveitamento melhor nas turmas de plantão, e o reajuste dos valores pagos, existem outras ações em estudo. As inspetoras penitenciárias que desejarem fazer o RAS na muralha deverão fazer o curso de armamento e tiro.

Quanto à escala 24x96, sugerida pelo sindicato, foi pontuado que no momento não há efetivo para essa ação. Quanto ao não pagamento das gratificações dos inspetores penitenciários que realizaram o mais recente curso de Segurança e Escolta de Presos (CSEP), foi explicado que a gestão anterior não fez constar a reserva financeira na dotação orçamento para esse pagamento. Mas, que o Superintendente de Segurança Rogério Blank das Neves já encaminhou documento nesse sentido e que foi entregue à Subsecretaria de Infraestrutura.

O subsecretário informou também sobre a chegada dos distintivos, e de novos uniformes adquiridos pelo Gabinete de Intervenção Federal (GIF). Sobre os armamentos, que em breve serão acautelados para os inspetores penitenciários que assim desejarem, Marques declarou que serão priorizados os que estão na atividade-fim.