Image

O novo tempo chegou. E vai continuar

10/12/2018 22:43:16  

Quórum estatutário ultrapassado, a contagem dos votos para a eleição da diretoria do Sindicato dos Servidores do Sistema Penal do Estado do Rio de Janeiro para o próximo triênio (2019-2021) transcorreu com total tranquilidade e transparência. A apuração aconteceu na sede do SindSistema Penal, à Avenida Treze de Maio, n° 13, sala 709, na Cinelândia, na presença dos membros da Comissão eleitoral acompanhada por representantes das três chapas e fiscais. A apuração teve início às 10 horas da sexta-feira (7), com a checagem das 16 listas que foram utilizadas nas mesas coletoras a fim de afastar supostos votos em duplicidade.


Fez parte da organização do pleito desse ano o encaminhamento de voucher (cartão de identificação) via Correios, para cada um dos sindicalizados, em substituição ao contracheque que deixou de ser emitido em papel timbrado. Os servidores que não apresentaram o voucher também votaram, mas em envelope separado. Tal procedimento objetivou a possibilidade de verificar caso a caso por parte da comissão eleitoral, para evitar qualquer indício de fraude e imprimir exatidão ao processo. Após a comparação das listas, a urna de Benfica foi a primeira a ser apurada, sendo checada a quantidade de assinaturas nas listas de votação com o relatório apresentado em cada ata diária e o número de votos presentes na urna. Foram 43 votos para a chapa 3; 11 votos para a Chapa 2 e 10 votos para a Chapa 1. 


O procedimento foi repetido na abertura de cada uma das 16 urnas utilizadas nessa eleição, entre fixas e itinerantes. Ao final da contagem foram contabilizados 642 votos para a chapa 3 do atual presidente Gutembergue de Oliveira; 318 votos para a chapa 2 (Marcos de Magé); e 147 votos da chapa 1 (Marcos Senna), num total de 1107 votos válidos. Com um acréscimo de 47,6% de eleitores votantes, em relação ao pleito de 2015, a Chapa 3 obteve 58% de aprovação no total geral e 102% de votos a mais que o segundo colocado. Esse resultado revela que a atuação da diretoria Chapa 3 no triênio 2016/2018 teve um impacto positivo em sua gestão e chamou a atenção dos servidores penitenciários do Estado do Rio de Janeiro para uma maior participação sindical, além de referendar a nova forma de fazer política sindical apresentada pela atual diretoria do SindSistema, de diálogo, respeito e construção de relações institucionais como forma de destacar a importância e responsabilidade dos inspetores penitenciários no campo de atuação na segurança pública.

Ao final da apuração o presidente Gutembergue de Oliveira ressaltou a certeza de que parcela significativa da categoria reconheceria o trabalho realizado pela atual diretoria do Sindicato. Numa campanha em que a equipe não caiu na rede do “disse me disse”, do “disseram”, do “falaram”. “Tivemos uma vitória incontestável. Mas ela não seria tão saborosa se nós efetivamente não tivéssemos dado resultado”, ressaltou Gutembergue sobre o reconhecimento “de forma incontestável” da categoria.
“Em nenhum momento eu denegri a reputação e falei mal de companheiro, porque eu como defensor de categoria, até sabendo de certas coisas, tenho que preservar a imagem daquilo que eu defendo”, pontuou. “A melhor campanha é aquela que quando termina você não precisa pedir desculpas aos seus adversários”, disse o presidente reeleito em comemoração à vitória com 324 votos de diferença do segundo colocado, e 177 votos a mais que a soma das duas outras chapas concorrentes. “Hoje eu me sinto duplamente vitorioso, porque não só vou terminar o meu mandato com a mesma diretoria, como fui para a reeleição e ganhamos um novo mandato com a mesma diretoria. Fato inédito na história dessa categoria”.

A diretoria Chapa 3 reeleita para o triênio 2019-2021 parabeniza a toda a equipe de trabalho, a Comissão eleitoral e a todos os sindicalizados que participaram com o voto nas urnas e juntos escrevem uma nova página de nossa história, de atuação e resultados inéditos na construção de toda a categoria.
Terminado o processo de eleição a diretoria reitera seu compromisso na representação de todos os servidores, inspetores penitenciários, o pessoal da área técnica que sofre com a defasagem salarial. "Estaremos juntos com vocês para que no próximo triênio alcancem o objetivo de vocês também”, reiterou Gutembergue com agradecimento e o compromisso de prosseguir no trabalho em prol de um futuro melhor com a participação de todos. “Continuaremos na luta por todos, com a mesma dignidade, com o mesmo respeito para com todos”, finalizou.

O novo tempo chegou e vai continuar!