APENAS A MANIFESTAÇÃO POPULAR SERÁ CAPAZ DE CONSTRANGER DEPUTADOS 

A DIRETORIA DO SINDSISTEMA CONVOCA TODOS OS SERVIDORES PENITENCIÁRIOS A PARTICIPAREM DE ATO, NESSA SEXTA-FEIRA (17), ÀS 13 HORAS, EM FRENTE À ALERJ, PELA MANUTENÇÃO DA PRISÃO DOS DEPUTADOS ACUSADOS DE ARRUINAR AS FINANÇAS DO ESTADO.

Em decorrência da decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), que decretou nessa quinta-feira (16) a prisão dos deputados estaduais Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, poderá ocorrer sessão extraordinária nessa sexta-feira (17), que votará pela permanência ou não da prisão dos acusados.

Sabemos que somente a participação maciça dos servidores públicos e da população será capaz de impedir que deputados cúmplices dos esquemas (que há muito tempo imperam dentro da Alerj) protejam os líderes da Organização Criminosa solidarizando-se com eles sob o terror de uma delação premiada que transformaria a “Operação Cadeia Velha” em “Operação Partiu Benfica”, com vários deputados juntando-se ao ex-governador Sergio Cabral no efetivo carcerário.

 

Os próprios procuradores da República entendem que apenas com manifestação popular será possível convencer os deputados a confirmarem a prisão decretada pela Justiça contra Picciani, Paulo Melo e Albertassi. “Os órgãos de fiscalização, como a operação mostra, estão cumprindo seu dever, estão reagindo. A sociedade também precisa reagir. É um bom momento para se exercer cidadania, que se vá para a porta da Alerj, se houver a votação” — disse o procurador regional da república Carlos Aguiar.